Transtornos

12/09/2019 14:45

Transtorno Depressivo Maior 

Para se diagnosticar o transtorno depressivo maior, é necessário que haja pelo 

menos um episódio depressivo maior, que necessita de um período mínimo de 

duas semanas de duração, para ser caracterizado, havendo pelo menos 5 dos 

sintomas descritos, concomitantemente, havendo pelo menos o humor 

deprimido ou a perda de prazer ou interesse. Com esses critérios mais 

 

“rígidos”, espera-se padronizar um pouco melhor o diagnóstico da depressão, 

embora em nosso meio nem sempre os critérios sejam utilizados corretamente. 

Os episódios depressivos maiores podem ainda ser classificados segundo sua 

gravidade, desde o episodio leve, passando pelo moderado, até os severos, 

com ou sem aspectos psicóticos, que por sua vez podem ser congruente com o 

humor ou não. Os transtornos depressivos maiores também são divididos em 

episódios únicos, os recorrentes, quando há na história pelo menos dois 

episódios depressivos maiores, com pelo menos 2 meses de intervalo, durante 

os quais não são satisfeitos os critérios para episódios.